CESPE – STJ/2004 – Biblioteca virtual (atendimento ao usuário)


148 – Certo= De acordo com Drabenstott e Burman (1997):

“Diante de mudança de paradigmas e no sentido de emprestar maior relevância ao papel da biblioteca, necessário se faz formular políticas que visem à cooperação para tornar o acesso cada vez mais aberto e levado aos locais mais longínquos, tendo como base o uso de novas tecnologias sob comando de componentes humanos. Neste novo paradigma, já desde 86 apontava-se a biblioteca crescendo em relevância e em comportamento informacional, para mudar seu foco nas seguintes direções:

– não centrar-se em si mesma como uma instituição, mas como provedora da informação, contando com elementos habilitados na forma de especialistas de informação e que possam atuar em qualquer ambiente ligado à informação;

– usar novas tecnologias de informática não para apenas automatizar atividades bibliotecárias, dentro de quatro paredes, mas fazendo uso delas para o aumento de acesso à informação;

– tornar a rede local de bibliotecas em rede de áreas para todos os tipos de fontes provedoras de informação”.

149 – Errado= “Textos de indexação (de hierárquicos a hipertextuais) que, segundo Levy apud Levacov (1997), é visto como uma alternativa não apenas técnico evolutiva de tratamento da informação mas, também, como um reencontro com formas mais naturais (associativas) de produzir conhecimento” (VILARINO, 2003, p. 18).

150 – Errado – De acordo com o Grupo de Trabalho sobre Bibliotecas Virtuais do Comitê Gestor da Internet-Brasil (1997), “Uma prioridade seria conectar as bibliotecas brasileiras à Internet e aperfeiçoar a capacitação de profissionais da informação, com o intuito de atualizar os conhecimentos nesta área e modernizar os mecanismos de editoração e disseminação da informação, bem como preservar a memória nacional”.

DRABENSTOTT, K.M.; BURMAN, C. M. Revisão analítica da biblioteca do futuro. Ci. Inf., v. 26, n. 2, Brasilia, Mai/Aug. 1997.. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19651997000200012>. Acesso em: 28 fev. 2012.

VILARINO, E. G. Surgimento, implantação e gestão de bibliotecas virtuais: uma revisão de literatura. Perspect. cienc. inf., Belo Horizonte, v. 8, n. 1, p. 12-27, jan./jun. 2003. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/download.php?dd0=12899&gt;. Acesso em: 28 fev. 2012.

GRUPO DE TRABALHO SOBRE BIBLIOTECAS VIRTUAIS DO COMITÊ GESTOR DA INTERNET-BRASIL. Orientações estratégicas para a implementação de bibliotecas virtuais no Brasil. Ci. Inf., v. 26, n. 2, Brasília, Mai./Ago. 1997. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-19651997000200011&script=sci_arttext>. Acesso em: 28 fv. 2012.

Contribuiu: F.M.

Anúncios

Um pensamento em “CESPE – STJ/2004 – Biblioteca virtual (atendimento ao usuário)”

  1. De certa forma, as questões acima não estavam impossíveis, Apenas com bom senso dava para acertar. Atenção: deve-se tomar muito cuidado quando a banca diz palavras do tipo “apenas”, “somente”. Em geral, são pegadinhas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s