Arquivo da categoria: Desenvolvimento de coleções

Usabilidade

Conjunto de critérios aplicáveis na avaliação do comportamento de usuários na busca de informações em um sistema de informações.

[…] o acesso às informações deve ser eficiente e deve requerer um mínimo de tempo e esforço dos usuários finais. O sistema de informações deve ser projetado de tal forma que os erros sejam minimizados e próximos de zero. O uso do sistema deve requerer pouco ou nenhum treinamento oferecendo interface intuitiva, permitindo a auto-aprendizagem.

[…] A interface deve ser satisfatória para o usuário e o seu uso deve ser prazeroso, isto deve resultar em uma percepção
favorável do sistema, pelo seu usuário (DIAS, 2002).

Fonte: Cesgranrio – Petrobras – 2010

Anúncios

Métodos de avaliação de acervo (Idade do Acervo)

A formulação de uma política de desenvolvimento de coleções pressupõe a descrição do estado atual das coleções,
a partir de métodos de avaliação.

Idade do acervo:  que objetiva viabilizar o conhecimento da potencialidade útil do material bibliográfico acumulado.

Outros critérios de avaliação:

  • Distribuição percentual do acervo por área temática;
  • Proporcionalidade de livros, periódicos e outros materiais;
  • Quantidade de títulos e do volume de exemplares disponíveis;
  • Evolução da coleção, a partir da missão institucional.

Fonte: Petrobrás – Cesgranrio – 2010 – Q15

Aquisição

De acordo com o conceito firmado por Figueiredo (1998) e por Maciel e Mendonça (2006), a AQUISIÇÃO “é o processo que implementa as decisões tomadas no processo de seleção”. Vale também lembrar que as decisões evidenciam que cabe ao bibliotecário de aquisição:

  • localizar os itens identificados no processo de seleção, agregando-os às coleções por meio de comprapermuta ou doação (Fonte: Petrobras – Cesgranrio – 2010 – Q14). 

Avaliação comparativa

Avaliação comparativa: mensuração qualitativa e qualitativa do grau de qualidade do acervo, dos serviços e programas de uma biblioteca ou arquivo em relação ao nível de atendimento das necessidades dos usuários <=> desenvolvimento de coleção.

CUNHA, M. B.; CAVALCANTI, R. O. Dicionário de biblioteconomia e arquivologia. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 2008.

 

Cesgranrio – Petrobras/ 2012 – Desenvolvimento de coleções

Confusa essa questão, descartando a D e E que são absurdas, as três primeiras confundem.
Opção correta = C
Weitzel diz que “a avaliação de coleções permite identificar títulos que estão em condições para serem transferidos para locais menos acessíveis, para armazenamento especial para fins de preservação, para reparos, restauração, conservação ou para descarte”. É preciso interpretação para chegar à opção da banca. Se alguém souber outra fonte que confirme, por favor, compartilhe.

Fonte: WEITZEL, Simone da Rocha. Elaboração de uma política de desenvolvimento de coleções em bibliotecas universitárias. Rio de Janeiro: Interciências, 2006.

Contribuiu: L.C.

Cesgranrio – Petrobras/ 2012 – Desenvolvimento de coleções

Opção correta: C
A= errado => A questão pede “decisão para títulos individuais”, então não pode ser avaliação, pois essa engloba um sentido de todo, a avaliação engloba acervo, comunidade e instituição.
B= errado => A aquisição é a implementação das decisões tomadas no processo de seleção, então não pode se referir a somente “titulo individual”.
C= correto => A seleção é um processo de tomada de decisão título a título. Cada título deve ter seu lugar no acervo, uma razão de ser para estar ali.
Obs: NÃO confundir “seleção” com “política de seleção”, a política de seleção é o documento que informa sobre: – identificação dos responsáveis pela seleção de materiais; os critérios utilizados no processo; os instrumentos auxiliares e os documentos correlatos.
D= errado => essa só está aqui para confundir, não tem nenhuma “revisão” no processo de desenvolvimento de coleções.
E= errado => também só para confundir, conservação não é processo de desenvolvimento de coleções.
Em tempo: O processo de desenvolvimento de coleções é um processo composto por seis etapas interdependentes:
– Estudo da comunidade; Políticas de seleção; Seleção; Aquisição; Avaliação; Desbastamento e descarte.

Fonte: WEITZEL, Simone da Rocha. Elaboração de uma política de desenvolvimento de coleções em bibliotecas universitárias. Rio de Janeiro: Interciências, 2006.

Contribuiu: L.C.

CESPE – STJ/2004 – Seleção de materiais

107 – Errado= De acordo com Vergueiro (1989, p. 26) “[…] os objetivos de uma política para o desenvolvimento da coleção são muito mais amplos, ambiciosos mesmo, que os de uma política de seleção…”

108 – Errado= Os critérios citados na alternativa fazem parte dos “Aspectos adicionais do documento”.

Aspectos adicionais do documento:

  • Características físicas;
  • Aspectos especiais;
  • Contribuição potencial; e
  • Custo.

Os critérios relacionados ao conteúdo do documento são: 

  • Autoridade;
  • Imparcialidade;
  • Atualidade;
  • Precisão;
  • Cobertura e tratamento.

109 – Correto= “Na elaboração de critérios específicos para a seleção desses outros materiais [não livros] devem ser buscados critérios mais adequados para cada um, levando em considerações suas peculiaridades. Os critérios de seleção estarão sempre ligados ao tipo de material selecionado” (VERGUEIRO, 2o1o, p. 27).

Fontes:

VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções. São Paulo: Pólis; APB, 1998.

VERGUEIRO, W. Seleção de materiais de informação. 3 ed. Brasília: Briquet de Lemos/ Livros, 2010.

Contribuiu: F.M.

 

Vunesp – 2011 – UNESP – Seleção: critérios

Opção correta E

Critérios de seleção de materiais bibliográficos:

Que abordam o conteúdo dos documentos:

  • Autoridade;
  • Precisão;
  • Imparcialidade;
  • Atualidade; e
  • Cobertura/Tratamento.

Que abordam a adequação ao usuário:

  • Conveniência;
  • Idioma;
  • Relevância/Interesse; e
  • Estilo.

Aspectos adicionais do documento:

  • Características físicas;
  • Aspectos especiais;
  • Contribuição potencial; e
  • Custo.

Dica: decore isso para TODAS as provas, é infalível.

Contribuiu: L.C.