Arquivo de etiquetas: Desenvolvimento de coleções

Métodos de avaliação de acervo (Idade do Acervo)

A formulação de uma política de desenvolvimento de coleções pressupõe a descrição do estado atual das coleções,
a partir de métodos de avaliação.

Idade do acervo:  que objetiva viabilizar o conhecimento da potencialidade útil do material bibliográfico acumulado.

Outros critérios de avaliação:

  • Distribuição percentual do acervo por área temática;
  • Proporcionalidade de livros, periódicos e outros materiais;
  • Quantidade de títulos e do volume de exemplares disponíveis;
  • Evolução da coleção, a partir da missão institucional.

Fonte: Petrobrás – Cesgranrio – 2010 – Q15

Anúncios

Aquisição

De acordo com o conceito firmado por Figueiredo (1998) e por Maciel e Mendonça (2006), a AQUISIÇÃO “é o processo que implementa as decisões tomadas no processo de seleção”. Vale também lembrar que as decisões evidenciam que cabe ao bibliotecário de aquisição:

  • localizar os itens identificados no processo de seleção, agregando-os às coleções por meio de comprapermuta ou doação (Fonte: Petrobras – Cesgranrio – 2010 – Q14). 

Cesgranrio – Petrobras/ 2012 – Desenvolvimento de coleções

Opção correta: C
A= errado => A questão pede “decisão para títulos individuais”, então não pode ser avaliação, pois essa engloba um sentido de todo, a avaliação engloba acervo, comunidade e instituição.
B= errado => A aquisição é a implementação das decisões tomadas no processo de seleção, então não pode se referir a somente “titulo individual”.
C= correto => A seleção é um processo de tomada de decisão título a título. Cada título deve ter seu lugar no acervo, uma razão de ser para estar ali.
Obs: NÃO confundir “seleção” com “política de seleção”, a política de seleção é o documento que informa sobre: – identificação dos responsáveis pela seleção de materiais; os critérios utilizados no processo; os instrumentos auxiliares e os documentos correlatos.
D= errado => essa só está aqui para confundir, não tem nenhuma “revisão” no processo de desenvolvimento de coleções.
E= errado => também só para confundir, conservação não é processo de desenvolvimento de coleções.
Em tempo: O processo de desenvolvimento de coleções é um processo composto por seis etapas interdependentes:
– Estudo da comunidade; Políticas de seleção; Seleção; Aquisição; Avaliação; Desbastamento e descarte.

Fonte: WEITZEL, Simone da Rocha. Elaboração de uma política de desenvolvimento de coleções em bibliotecas universitárias. Rio de Janeiro: Interciências, 2006.

Contribuiu: L.C.

CESPE – STJ/2004 – Seleção de materiais

107 – Errado= De acordo com Vergueiro (1989, p. 26) “[…] os objetivos de uma política para o desenvolvimento da coleção são muito mais amplos, ambiciosos mesmo, que os de uma política de seleção…”

108 – Errado= Os critérios citados na alternativa fazem parte dos “Aspectos adicionais do documento”.

Aspectos adicionais do documento:

  • Características físicas;
  • Aspectos especiais;
  • Contribuição potencial; e
  • Custo.

Os critérios relacionados ao conteúdo do documento são: 

  • Autoridade;
  • Imparcialidade;
  • Atualidade;
  • Precisão;
  • Cobertura e tratamento.

109 – Correto= “Na elaboração de critérios específicos para a seleção desses outros materiais [não livros] devem ser buscados critérios mais adequados para cada um, levando em considerações suas peculiaridades. Os critérios de seleção estarão sempre ligados ao tipo de material selecionado” (VERGUEIRO, 2o1o, p. 27).

Fontes:

VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções. São Paulo: Pólis; APB, 1998.

VERGUEIRO, W. Seleção de materiais de informação. 3 ed. Brasília: Briquet de Lemos/ Livros, 2010.

Contribuiu: F.M.

 

Vunesp – 2011 – UNESP – Desenvolvimento de Coleções: Aquisição – Licitação

 

Compras de bibliotecas de autarquias estaduais também são subordinadas à Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Art. 1º “Parágrafo único. Subordinam-se ao regime desta Lei, além dos órgãos da administração direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundações públicas, as empresas públicas, as sociedades de economia mista e demais entidades controladas direta ou indiretamente pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios.”

A= correto, segundo a referida lei:
“Art. 24. É dispensável a licitação: V – quando não acudirem interessados à licitação anterior e esta, justificadamente, não puder ser repetida sem prejuízo para a Administração, mantidas, neste caso, todas as condições preestabelecidas;”
B= errada, nunca será dispensada a licitação somente por conveniência da instituição.
C= errada, aquisição de materiais importados também segue a Lei.
D= errada,
E= errada, esta pode gerar uma dúvida, mas o erro está nos detalhes: “XX – na contratação de associação de portadores de deficiência física, sem fins lucrativos e de comprovada idoneidade, por órgãos ou entidades da Administração Pública, para a prestação de serviços ou fornecimento de mão-de-obra, desde que o preço contratado seja compatível com o praticado no mercado.”
“XXX – na contratação de instituição ou organização, pública ou privada, com ou sem fins lucrativos, para a prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural no âmbito do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária, instituído por lei federal.”
Da forma que a questão foi colocada entende-se que todas as Instituições sem fins lucrativos estão dispensadas.

Contribuiu: L.C.